Você tem conseguido parar um pouquinho para cuidar de si própria?

Quando chega o décimo mês do ano, começa a mobilização das pessoas, os prédios públicos e monumentos são iluminados com a cor rosa e as ruas são tomadas por camisas da campanha, roupas no tom rosa e a conhecida fitinha que remete à prevenção contra o câncer de mama, o 2º que mais acomete mulheres no mundo todo. E assim iniciamos o mês de Outubro, mais conhecido como Outubro Rosa que tem como objetivo principal o fortalecimento do diagnostico precoce do câncer de mama. A campanha de prevenção ao câncer de mama organizada anualmente tem como foco o autocuidado a partir do exame do toque realizado pelas mulheres nas mamas. Prevê, ainda, a realização de exames preventivos. Ambos os cuidados buscam a detecção precoce do surgimento de manifestação da doença. Essas são estratégias válidas e importantes. Contudo, a prevenção do câncer de mama deve ter suas ações ampliadas de modo a considerar que os cuidados à saúde extrapolem a realização de exames e a auto-observação de partes do corpo.

Além do cuidado com as mamas, podemos aproveitar esse mês para refletirmos nossa saúde como um todo. Doenças cardiovasculares, câncer de colo do útero, endometriose, entre outras, são doenças que também atingem em grande escala a saúde da mulher.

A Psicologia entende que o corpo físico não pode ser visto isoladamente da experiência de vida das pessoas e dos determinantes sociais da saúde. Por isso, a abordagem preventiva não pode ser apenas focada no biológico. Afinal, saúde não é apenas a ausência de doença, mas estado de bem-estar biopsicossocial produzido a partir da interação entre os eixos biológico, psicológico e social, conforme preconiza a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Ampliar nosso olhar também inclui o cuidado com a saúde mental e emocional. Em uma rotina que inclui múltiplos papéis, como de mãe, esposa, trabalhadora, filha, a sobrecarga pode estar presente, e o planejamento para conquistar bem-estar é necessário para lidar com a complexidade do dia a dia. 

Cuidar de si é zelar pelo seu maior patrimônio: você. É um ato de amor e respeito com você e com quem você ama. Sim, com quem você ama também, pois somente quando você está bem é que você entrega o seu melhor para o outro. Você não entrega aquilo que não tem dentro de você.

Então, ame você, se cuide para poder estar na sua melhor versão para curtir sua família e todos os seus amados. E este cuidado é dia a dia, desde as pequenas coisas como ingerir uma quantidade adequada de água, manter uma alimentação saudável e garantir visitas de rotina ao seu médico para que ele possa lhe ajudar a cuidar da sua saúde.

 Assim, quando a mulher consegue olhar para si, sua vida e sua saúde, ela se fortalece, eleva seu bem-estar e encontra a felicidade durante a jornada. Não deixe seu autocuidado de lado!

Priscilla Marques Rodrigues Leite
Psicóloga
(38) 9 9909-5514