Talleres dá sinal verde e espera resposta do Atlético-MG para acertar venda de Nahuel Bustos

 Talleres dá sinal verde e espera resposta do Atlético-MG para acertar venda de Nahuel Bustos

Após primeiros contatos frustrados, Galo tem ajuda de empresários sul-americanos e avança na negociação para contratar atacante argentino; operação é de R$ 45 milhões

Os quase R$ 130 milhões que o Atlético-MG já investiu em reforços em 2020 prometem dar um salto considerável. Em busca de centroavante, o Galo já tem um posicionamento favorável do Talleres, da Argentina, na negociação envolvendo o atacante Nahuel Bustos, de 22 anos. Apesar de o presidente Sérgio Sette Câmara ter negado as conversas, a situação já está na fase de o Talleres enviar carta o clube mineiro à espera de uma proposta formal. O avanço das tratativas foi noticiado pelo O Tempo e confirmado pelo GloboEsporte.com.

A operação é de 7,5 milhões de euros por 70% dos direitos do jogador e, mais uma vez, o empresário/torcedor/parceiro/investidor Rubens Menin é a ajuda econômica do Galo. O GloboEsporte.com apurou que o Galo se valeu da ajuda de alguns empresários sul-americanos para fazer o “meio de campo” com o presidente do Talleres, Andrés Fassi.

Num primeiro momento, o mandatário da equipe de Córdoba se fechou para a negociação, mas o Atlético mudou de estratégia e conseguiu convencer Fassi a abrir para tratativas. Com carta de autorização para representar o Galo nas conversas, o papel dos agentes – Santiago Mereles (Paraguai), Rúben Jordan (Argentina) e Gustavo Campos de Melo (brasileiro) – foi de mostrar ao Talleres que uma ida direta de Bustos à Europa não seria tão favorável.

Havia propostas de Milan e do futebol russo. Na visão dos empresários, Bustos teria mais destaque no futebol brasileiro, sendo artilheiro, se valorizando e, com o Talleres mantendo 30% dos direitos econômicos, se beneficiando financeiramente em caso de venda de Bustos promovida pelo Galo.

Os 7,5 milhões de euros (R$ 45 milhões) pagos pelo Atlético poderiam até dobrar para o Talleres, caso, em uma visão otimista dos agentes, Bustos fosse vendido pelo Galo por 25 milhões de euros (preço que o Shakhtar pagou a Bernard em 2013 – a maior venda da história do Atlético).

Fonte: GE