Rede de prostituição de sul-americanas e portuguesas é desmantelada na França

 Rede de prostituição de sul-americanas e portuguesas é desmantelada na França

Casal de portugueses tinha prédio onde brasileiras e portuguesas recebiam os clientes em Troyes. Sete pessoas foram detidas.

A polícia francesa desmantelou uma rede de prostituição com mulheres sul-americanas e portuguesas que operava na cidade de Troyes, no nordeste do país. Nove pessoas foram detidas e sete acusadas de envolvimento no esquema. O anuncio foi feito pela Promotoria local nesta sexta-feira (19).

Em setembro de 2019, a Promotoria ordenou uma investigação sobre “prováveis atos de prostituição que aconteciam em vários apartamentos de um imóvel” em Troyes.

Anúncios eram publicados em uma página na internet, sob a supervisão de um casal de origem portuguesa, que era dono do edifício. Várias prostitutas “sul-americanas e portuguesas” recebiam os clientes nesses apartamentos.

Nove pessoas foram detidas na segunda-feira, entre elas, os donos do imóvel.

Na quinta-feira, sete delas – seis homens e uma mulher com idades entre 35 e 62 anos – foram levadas a um juiz de instrução, depois de admitirem que “colaboravam com a prostituição que acontecia no prédio”, vigiando, ou transportando, as mulheres.

Cinco foram colocadas sob custódia judicial, e dois, presos, sob a acusação de prostituição em um grupo organizado. Entre elas, está o parceiro de uma das prostitutas, que recebia as ligações dos clientes.

Fonte: G1