“PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES”

Prefeitura de Bocaiuva gasta menos com diárias do que a Câmara de Vereadores.

Alguns Vereadores, tentando contestar as divulgações das diárias da Câmara Municipal de Bocaiuva, aliás, lançado no próprio Portal da Transparência da entidade, insistiram na divulgação dos gastos com diárias no Poder Executivo, inclusive, com argumentos não muito ortodoxos. Então, tão logo o Portal da Transparência da Prefeitura atualizou os seus gastos, este Jornalista propôs-se a fazer um levantamento destes e trazer a vocês.

De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura de Bocaiuva, de janeiro a agosto de 2021, os gastos com diárias somam R$70.359,24 (setenta mil e trezentos e cinquenta e nove reais e vinte e quatro centavos). O Prefeito Roberto Torres (AVANTE), gastou R$ 13.422,30 (treze mil e quatrocentos e vinte e dois reais e trinta centavos); todos os secretários, juntos, gastaram R$ 9.686,74 (nove mil e seiscentos e oitenta e seis reais e setenta e quatro centavos).

Ainda de acordo com o Portal, o maior gasto da Prefeitura, foi com diárias de motoristas, conduzindo pacientes para tratamento em outras cidades, inclusive, fora do estado de Minas Gerais, R$ 34.964,40 (trinta e quatro mil e novecentos e sessenta e quatro reais e quarenta centavos). Viagens como as descritas, são realizadas , pelo menos, três vezes por semana.

Os demais gastos foram R$ 5.489,40 (cinco mil e quatrocentos e oitenta e nove reais e quarenta centavos) com outros servidores, para participação em eventos, capacitação e recebimentos de kits. Há também R$ 6.459,86 (seis mil e quatrocentos e cinquenta e nove reais e oitenta e seis centavos), com motoristas que, conduziram o Prefeito, secretários e outros servidores em seus deslocamentos; R$ 213,60 (duzentos e treze reais e sessenta centavos) com viagens do Conselho Tutelar e R$ 122,94 (cento e vinte e dois reais e noventa e quatro centavos) com o setor de Fiscalização, por uma viagem feita, com o objetivo de gerar Protocolo de Numeração, para as residências do Município.

ENTÃO…

O Governo municipal, com toda a estrutura e mais de mil (1000) funcionários, gastou setenta mil reais com diárias, no mesmo período em que a Câmara de vereadores gastou mais de cem mil reais. Para se ter uma ideia, um vereador gastou sozinho, mais do que todo o secretariado municipal. O prefeito, sobre quem pesa a responsabilidade de buscar recursos, gastou o equivalente a um edil. Em proporção, se a prefeitura tivesse a arrecadação da Câmara, os gastos teriam sido de R$ 2.800,00 (dois mil e oitocentos reais). Em contrapartida, se a Câmara tivesse a arrecadação da Prefeitura, teriam gastos de R$ 2.500,000,000 (dois milhões e meio de reais).
Vale destacar que três vereadores, Toninho de Lidio, Tone Veloso e Zé Marião, pouco uso fizeram deste recurso; Toninho (R$ 3.500), Tone Veloso (R$ 1.500) e Zé Marião, o único que não se utilizou deste dispositivo.

É ISSO AÍ!

Por William Macedo