Números preocupantes

 Números preocupantes

Casos confirmados de Corona Vírus em Bocaiuva ultrapassa os 500

Os números continuam crescendo e, infelizmente, os cenários futuros não são otimistas.

Empório Natural

O Boletim Diário Epidemiológico divulgado na noite de ontem (01), traz números preocupantes mais uma vez, os casos de corona vírus confirmados em Bocaiuva ultrapassam os 500 e continuam crescendo, ainda segundo o Boletim, em uma dia, foram confirmados 3 casos e informados mais 28 suspeitos, ou seja, a previsão de boas notícias ainda está longe.

Os números tomam proporções maiores quando analisamos a quantidade de casos em isolamento domiciliar, até a noite de ontem 145 pessoas estavam casa evitando o provável contágio, infelizmente (torcemos para isso não acontecer), são 145 possíveis casos confirmados em um futuro próximo. E o que mais é preocupante é que se, por algum motivo, essas pessoas não conseguirem realizar a quarentena da forma correta e manter o isolamento, antes de diagnosticados eles podem contaminar outras pessoas e os números continuariam aumentando.

O número de mortos pela CVID-19, vindos de outra cidade, também aumentou mais um, totalizando agora 11 mortos em nossa cidade e o boletim ainda informa que tem uma pessoa internada em Montes Claros em estado grave.

A taxa de internados no Hospital Regional Dr. Gil Alves está em 40%, ou seja, 4 pessoas estão internadas com casos mais avançados da COVID-19, se esse número dobrar, Bocaiuva sairia da onda verde do Programa Minas Consciente, o que vem acontecendo com vários municípios de Minas Gerais, perdendo a flexibilização até agora alcançada.

Em Montes Claros, cidade vizinha e que oferece total suporte à Bocaiuva em vários segmentos, os casos confirmados de corona vírus mais que duplicaram nas últimas 24 horas. No norte de Minas mais de 24 Mil pessoas já foram contaminadas e em todo o estado os números ultrapassam os 10 mil mortos e médicos pedem para que “o corona vírus seja levado à sério no Brasil“. Existe um temor que números avancem exponencialmente durante as festividades do final de ano

O uso de máscara, higienização das mãos e evitar aglomerações são medidas de segurança que são necessárias mais do que nunca, o ponto negativo da flexibilização é a frouxidão nos meios e métodos de segurança da população, cada vez mais podemos observar pessoas sem máscaras nas ruas e muitas das vezes aglomeradas, e o que é pior, sem necessidade. As campanhas eleitorais também favoreceram para esse aumento dos números como um todo, pois pudemos observar aglomerações de todas as formas durante as campanhas.

Resta agora a cada um dos habitantes manter-se dentro das normas e regras de proteção ao contágio, tanto para o outro quanto para si mesmo até que vacina esteja disponível para a população, pois ao que tudo indica, é a única forma de proteção e contenção dessa pandemia.