Mary Wilson, das Supremes, morre aos 76 anos

 Mary Wilson, das Supremes, morre aos 76 anos

Uma das cantoras da formação original do trio, ao lado de Diana Ross e Florence Ballard, ficou no grupo até que ele foi oficialmente dissolvido pela Motown em 1977. Causa da morte não foi informada.

Mary Wilson, uma das cantoras da formação original das Supremes, morreu aos 76 anos. Wilson morreu na segunda-feira (8) à noite em sua casa, em Las Vegas, e a causa não foi informada, disse o publicitário Jay Schwartz.

“Fiquei extremamente chocado e triste ao saber do falecimento de um importante membro da família Motown Records, Mary Wilson das Supremes”, disse o fundador da gravadora, Berry Gordy, em um comunicado na noite de segunda-feira, segundo a revista Variety. “As Supremes sempre foram conhecidas como as ‘queridinhas da Motown’'”.

“Sempre tive orgulho de Mary. Ela era uma grande estrela por seus próprios méritos e ao longo dos anos continuou a trabalhar duro para impulsionar o legado do Supremes. Mary Wilson foi extremamente especial para mim. Ela foi uma pioneira, uma diva e fará muita falta. Nossos sentimentos aos familiares de Mary durante este momento difícil”, lamentou o empresário.

Wilson, Diana Ross e Florence Ballard foram a primeira formação do The Supremes. Ballard foi substituída por Cindy Birdsong em 1967, e Wilson ficou com o grupo até que ele foi oficialmente dissolvido pela Motown em 1977.

A primeira música do grupo com um milhão em vendas, “Where Did Our Love Go”, foi lançada em 17 de junho de 1964. Em turnê na época, Wilson disse que houve um momento em que ela percebeu que tinham um hit.

“Lembro que, em vez de voltar para casa de ônibus, voamos”, disse ela à Associated Press em 2014. “Foi nossa primeira viagem de avião. Voamos para casa. Realmente tivemos um grande sucesso”.

O grupo também gravou as canções de sucesso “You Can’t Hurry Love”, “Up the Ladder to the Roof” e “Stop! In the Name of Love”.

Em 1994, o grupo ganhou uma estrela em sua homenagem na Calçada da Fama, em Hollywood.

Dois dias antes de sua morte, a cantora publicou um vídeo no YouTube anunciando que estava trabalhando em um material solo, incluindo o disco “Red Hot”, que foi gravado na década de 1970, mas não chegou a ser lançado. Os planos da cantora era lançar esse material no dia de seu aniversário, 6 de março.

Em 2019, a cantora participou da 28ª temporada do reality “Dancing with the stars”. No mesmo ano, também lançou seu quarto livro, “Supreme Glamour”.

Fonte: g1