Judivan reencontra Enderson Moreira e busca mais chances em retorno ao Cruzeiro

 Judivan reencontra Enderson Moreira e busca mais chances em retorno ao Cruzeiro

Atacante, que ficou próximo de ser vendido ao Chelsea em 2014, tem nova chance com a camisa cruzeirense, em novo trabalho com técnico que o treinou no América-MG

 

No ano em que busca uma redenção esportiva, após o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro conta com o retorno de um atacante com grande identificação com o clube. E que também busca uma nova guinada na carreira: Judivan. Após passar por um drama, com seguidas lesões, o atacante tenta novamente sucesso de quem parecia ser promissor e já estava até encaminhado com o Chelsea, da Inglaterra.

É que, em 2014, o jogador ainda no Sub-20 ficou próximo de ser vendido ao Chelsea por 14 milhões de euros. A negociação foi interrompida por causa da entrada criminosa que o jogador recebeu do defensor Maurício Lemos, no Mundial da categoria. O jogador passou por uma série de cirurgias e ainda tenta, novamente, uma sequência de partidas.

Sendo aproveitado pela Raposa desde o começo do ano, Judivan busca mais tempo em campo. Até agora, atuou em oito partidas, mas apenas uma vez como titular. Deu um passe para gol. Ele contou como tem sido o retorno ao Cruzeiro.

– Nas últimas duas temporadas que estive fora, procurei aprender bastante, procurei buscar experiência e creio que consegui. Agora, estamos de volta e espero poder ajudar ao máximo o Cruzeiro.

O atacante reencontra o técnico Enderson Moreira, que o treinou durante a passagem pelo América-MG. Ele elogiou o novo treinador cruzeirense.

– O Enderson é um excelente treinador, um cara vitorioso. Tive a oportunidade de trabalhar com ele, é um treinador bem ofensivo e que eu tenho certeza que vai nos ajudar muito no decorrer da temporada.

E qual posição o Judivan prefere atuar? Como centroavante ou pelas pontas? Tanto faz, segundo ele, desde que possa estar atuando e ajudando o Cruzeiro

– Para mim, onde me colocar e eu puder estar ajudando, eu vou dar o meu máximo. Já joguei de centroavante, já joguei de beirada, já joguei mais recuado pelo meio. Então, eu estou aqui para ajudar onde o professor optar por me colocar. Eu vou procurar dar o meu máximo.

Fonte: GE