Felipão pedirá até cinco reforços em reunião com novo diretor de futebol do Cruzeiro

 Felipão pedirá até cinco reforços em reunião com novo diretor de futebol do Cruzeiro

Treinador quer ouvir de André Mazzuco sobre a possibilidade de contratações, já que o clube está com problemas financeiros

Bocaiuvaonline

A vitória por 1 a 0 contra o Sampaio Corrêa, na sexta-feira, em São Luís, praticamente acabou com o risco de rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar do time ainda ter chances matemáticas de acesso, o técnico Felipão já pensa na próxima temporada, que começará no final de fevereiro. Ele quer conversar com André Mazzuco, novo diretor de futebol, para planejar o futuro.

“(Vou) colocar uma série de nomes pra contratações. Três, quatro, cinco nomes. (Temos que definir) Como vamos fazer pré-temporada, uma série de coisas. E ouvir dele o que ele tem a nos dizer”, afirmou o treinador que está incomodado com a situação financeira do clube e disse que cobrará de Mazzuco ‘segurança maior’ do Cruzeiro para seguir o trabalho.

Em 2020, Felipão pediu e recebeu as contratações dos atacantes William Pottker e Rafael Sóbis. No entanto, como provavelmente o Cruzeiro permanecerá na Série B em 2021, a diretoria celeste deverá apostar em nomes menos badalados e ainda terá que reformular o atual elenco para reduzir a folha salarial e conseguir manter os salários em dia – atualmente, o clube deve dois meses e meio aos atletas, além do 13º.

Paralelamente à isso, o Cruzeiro terá que pagar uma dívida com o PSTC, do Paraná, para voltar a registrar novos jogadores e entregar os reforços solicitados por Felipão. Neste momento, a Raposa está impedida de fazer novas contratações porque não destinou ao clube paranaense uma parte da venda do zagueiro Bruno Viana ao Olympiacos, da Grécia, em 2016.

Fonte: Itatiaia