Entrevista com Day Silva, Professora de Música e Cantora

 Entrevista com Day Silva, Professora de Música e Cantora

Uma vida dedicada à música

A entrevistada dessa semana do bocaiuvaonline é graduada em Música, atua como professora e têm uma das mais belas vozes de Bocaiuva, Dayanne Fernanda Silva Souza, mais conhecida como Day Silva em suas redes sociais tem uma vida inteira dedicada à música.

No último dia 22, comemorou-se o dia do músico, e o bocaiuvaonline tem o prazer de trazer uma entrevista à altura da data em questão. Day Silva, tem 25 anos, é natural de Bocaiuva e hoje é professora de música formada e atuando na área. Sua infância foi muito simples e muito tranquila, desde pequena sempre foi apaixonada por música. É a filha mais nova do casal Ideli de Fátima Silva Souza, pedagoga, e Valderci Pereira de Souza, técnico em mecânica que atua no momento como supervisor de obras, tendo como único irmão, o Carlos.

Sua formação sempre foi em instituições públicas, ela estudou o ensino fundamental I na Escola Estadual Professor Antonico Soares de Sá, o ensino fundamental II e ensino médio na Escola Estadual Zinha Meira se formando em 2012. Concomitante com a formação principal, desde os nove anos ela é aluna do Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernândez, em Bocaiuva, onde dedicava o seu tempo à sua paixão que é a música, formando em 2015, nessa época ela já assumia o papel de vocalista de uma banda onde participou de eventos e concursos em Bocaiuva, como por exemplo o Concurso de Música do Dia do Trabalhador. Como a maioria dos músicos, Day Silva também já cantou na noite, em barzinhos e festas.

Aos 17 anos ela ingressa na Universidade Estadual de Montes claros noo curso de Licenciatura em Artes – Habilitação em Música (Instrumento Canto). Aos 20 anos de idade a música ganhou um outro significado para Day Silva, ela se converte ao evangelho, o simples cantar agora passa a ter outro sentimento, muito mais importante do que antes, agora, Day Silva, não apenas canta, mais ela adora à Deus com o seu dom e chamado.

Após a formação em 2017 (devido a uma greve na instituição),  Day Silva trabalhou no Conservatório durante alguns meses de 2018 em substituição à um professor de canto coral. Ela também Trabalhou durante o ano de 2019 na Escola Estadual Zinha Meira e este ano de 2020 trabalhou durante dois meses no Colégio Excelência como contratada e o ano inteiro no Conservatório como designada.

Além de muito talentosa Day Silva é muito carismática e simpática e prontamente atendeu ao nosso convite em nos conceder entrevista para que pudéssemos conhecer um pouco mais da sua história, fé e profissão.

Bocaiuvaonline – Hoje temos vários programas de televisão que incentivam à música, com apresentação de pessoas talentosas para uma equipe de jurados à níveis regional, nacional e até mundial, além das redes sociais que abrem espaço igualmente para todos, mais nem sempre foi assim, cerca de 5 anos atrás as coisas eram bem diferente e mais difíceis, e sabemos que você trilha esse caminho musical há mais tempo que isso, qual ou quais foram as motivações para você ingressar na música?

Day Silva – A minha motivação foi unicamente o amor. Sei que a carreira artística é uma carreira que muitos consideram incerta e claro que escutei muitos nãos, muitos “como você vai pagar suas contas?”, ou “por quê você não escolhe uma carreira que dá mais dinheiro?”. Mas a paixão por fazer música e tocar as pessoas me moveu, e graças a Deus nada me faltou. Sempre tive o apoio da minha família também, que foi muito importante.

Bocaiuvaonline – Infelizmente, a cultura em nosso país não é tão valorizada quanto deveria ser, artistas não recebem o devido merecimento para exercerem seus dons, e quando falamos de uma cidade interiorana como Bocaiuva, no norte de Minas, essa não valorização aumenta exponencialmente, quais foram os maiores desafios que você enfrentou e/ou enfrenta até hoje na carreira que você escolheu?

Day Silva – Basicamente os baixos salários tanto com relação aos trabalhos em bares e festas, quanto na área da educação; e o preconceito das pessoas com relação a arte, por muitos acharem uma profissão medíocre ou sem futuro, não entendendo o papel dela não só como forma de expressão, mas como uma aliada no desenvolvimento cognitivo.

Bocaiuvaonline – E quando falta esse “investimento” em todos os sentidos, seja financeiro, moral ou até mesmo com abertura de espaços, outras pessoas tentam preencher essa lacuna, impulsionando, na maioria das vezes, para que os artistas consigam exercer suas profissões, e esse apoio sempre vem das pessoas mais próximas, como familiares e amigos. Você teve e/ou tem esse apoio? Alguém em especial que você possa comentar conosco?

Day Silva – De apoio eu não tenho do que reclamar.. Sempre tive o apoio da família e amigos…e tenho muito a agradecer algumas pessoas. Além da meus pais, meu irmão Carlos, meus amigos Karyne, Greyce, Fernando, Mariana, Lilian e Célio que sempre torceram e me incentivaram nas redes sociais e fora. A meu amigo Thiago Nogueira por me ajudar nas gravações de vídeos para o Instagram e atualmente pro meu canal no YouTube, ele tem sido sem sombra de dúvida essencial. Queria agradecer também à Lilibeth e minha tia Nick pelo apoio e carinho desde o início da minha trajetória musical. Ao meu Pastor e igreja. E também ao meus amigos e líderes Sidney e Rafaela por também acreditaram em mim e estenderam a mão sempre que preciso. Sou grata a vida de todos por tanto carinho. Deus é bom e o agradeço a Ele pela vida de cada um.

Bocaiuvaonline – No último dia 22 comemoramos o dia do músico. Na sua opinião temos muita coisa para comemorar ou muito mais para melhorar nesse segmento?

Day Silva – Acho que temos motivos pra comemorar mas muito pra melhorar também. Eu participei na faculdade de um projeto chamado Instrumental do Sertão onde fui uma das coordenadoras. Esse projeto consistia em apresentações de Big Bands nas praças de Montes Claros. Esse projeto aconteceu graças a Lei Rouanet, que é uma das leis de incentivo fiscal, concedendo aos artistas verbas como pagamento pelos eventos. Este ano de 2020 também houve o edital da Lei Aldir Blanc, que incentivou artistas regionais a produzirem “lives” liberando verbas como pagamento pelo trabalho. Acho que ainda assim o salário para os artistas não midiáticos são baixíssimos e merecem mais investimentos, mais incentivos e mais valorização.

Bocaiuvaonline – Talvez o mundo da música seja o mais eclético possível de todas as esferas culturais, pois não apenas pela voz, mais também através da melodia, figurinos e expressões corpóreas, podemos facilmente identificar o estilo ou estilos dos músicos. Você tem algum estilo especial ou alguma linha de trabalho que você mais se dedica ou sente mais à vontade?

Day Silva – Dentro da música realmente temos vários gêneros e subgêneros. Hoje a minha área é o gospel, dentro disso gosto muito do pop gospel, do rock gospel e a atual corrente do workship também me atrai um pouco, que é um espécie de estilo mais pop romântico do gospel.

Bocaiuvaonline – Hoje, nós sabemos que você tem um instagram com milhares de seguidores e recentemente investiu na abertura de uma canal no youtube. Nos conte um pouco dessas experiências com a mídia virtual, como você se sente nesses canais, a receptividade dos internautas principalmente durante essa pandemia e quis são os objetivos que você pretende alcançar com elas. Qual vídeo postado que você mais gosta?

Day Silva – As redes sociais e YouTube são um presente pra mim. Projetos que Deus colocou no meu coração e tem dado certo. Tanto no meu Instagram @daynandasilva, quanto no meu canal Day Silva, uso o espaço pra levar o amor de Deus para as pessoas através da música, de mensagens e de bate papos. A ideia é tentar passar para as pessoas um pouco do que Deus fez e continua fazendo na minha vida e como Ele pode transformar e mudar histórias. Gosto de compartilhar minhas experiências e minha arte, porque isso pode ajudar outros a lidar com seus dilemas. O vídeo que mais gosto é da música “Nada pode calar um adorador da Eyshila”. É uma canção que me toca profundamente por dizer o que Deus me revelou ser: uma adoradora que vive pra sua honra e glória e por me lembrar de um dos meus textos favoritos Romanos 8: 38, 39 “..nem a morte nem a vida, nem anjos e nem demônios, nem o que existe hoje nem o que virá no futuro, nem poderes, nem altura, nem profundidade, nada, em toda a criação, jamais poderá me separar do amor de Deus..”

Bocaiuvaonline – Hoje, quem quiser apreciar uma pouco mais da sua bela voz ao vivo, como é possível? Quais os eventos que participa? Telefones ou endereços eletrônicos para contatos. Está com alguma apresentação agendada que possamos divulgar para que o leitor que tiver interesse possa te acompanhar?

Day Silva – Só me contactar através do número (38) 9 9807-6356 ou do e-mail @daysilvamusica@gmail.com . Atualmente ministro em igrejas, congressos, palestras, conferências. Canto também em casamentos com um grupo chamado “Cantares” idealizado pela Rafaela Souza, que conta também com Felipe Pereira, dois músicos incríveis. Também trabalho com aulas de canto particular e em grupo. No dia 18 estarei na Igreja Avivar em Montes claros as 20:00h. São todos convidados.

Bocaiuvaonline – Qual a mensagem que você deixa para os músicos que estão em início de carreira ou aqueles que tem vontade apresentar os trabalhos mais ainda não se sentem à vontade para tal?

Day Silva – A mensagem é: Estudem música! Música não é só dom. Se dediquem ao que verdadeiramente amam. Mas também não deixem a música perder a mágica, não valorizem a técnica mais que a emoção. As duas coisas são igualmente importantes. Sejam livres. E pra quem tem vergonha: Vocês são únicos. O mundo precisa conhecer a arte de vocês. Deus os escolheu.

Queria agradecer pela oportunidade de mostrar um pouco do que sou e do meu trabalho nesta plataforma. É muito importante este tipos de valorização que vocês fazem ao artista. Que Deus abençoe esse canal de comunicações. Day Silva