Entrevista com a Educadora Física Fernanda Faria

A entrevistada dessa semana do bocaiuvaonline é a mais nova colunista do nosso portal, graduada em Educação Física se especialista em musculação.

Maria Fernanda Andrade Faria, é natural de Bocaiuva e tem 30 anos de idade. É a filha mais nova do casal Elvécio Faria e Rivânia Andrade, duas das famílias mais tradicionais de nossa cidade, tendo como irmã mais velha a Maria Eugênia.

Fernanda começou a estudar no antigo colégio CEB, na época em que Marina e Vitória estavam à frente da mesma. Logo em seguida, foi para a Escola Genesco Augusto Caldeira Brant, situado nas proximidades do mercado municipal em Bocaiuva, e lá estudou até a 4ª série, posteriormente, completou o ensino fundamental e o ensino médio no Colégio Professor Servelino Ribeiro, também em Bocaiuva.

“Eu sempre fui uma pessoa muito reservada e um pouco tímida, mas bastante atenciosa e observadora. Honestamente, não tive facilidade em desenvolver amizades por conta disso, porém, não trocaria meu “círculo restrito” por nada, prezo por pessoas honestas e leais.” Comentou Fernanda

Fernanda sempre foi mais caseira, em parte por não gostar dos ambientes que a cidade oferece, segundo a mesma, essa opinião vai de encontro a questão de gosto musical e falta de opções de cultura e lazer que Bocaiuva não oferece, como por exemplo: cinema, teatro, enfim, ambientes que lhe atraem e lhe fazem querer sair de casa. Um de seus hobby’s é ler bons livros, mas ultimamente tem-se optado e dedicado por ler e se aprofundar mais por assuntos do seu interesse profissional, os quais acredita valer mais a pena. Além disso, gosta de escutar boa música e aproveitar das raras vezes, quando pode, para beber duas ou três taças de vinho, assistir séries e viajar.

“Amo animais, cachorros então nem se fala. Tenho um, mas queria ter um canil.” Afirmou Fernanda

Fernanda estudou inglês no CCAA, também foi praticante e atleta de muay thai na Equipe do mestre Vilson, em que participou na primeira edição do Fight Club em Bocaiúva. Em seguida, praticou jiu-jitsu, mas ao se ingressar na faculdade, acabou parando com os treinos, porque foi morar em Montes Claros por causa dos estudos. Então, a sua graduação foi na Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes, morando em 2 repúblicas e uma casa nesse meio tempo em que esteve lá.

“Escolhi uma “vida mais saudável”, por assim dizer ou como as pessoas gostam de dizer: “vida fitness”. Por isso, no meu caso em específico, com os propósitos da minha vida profissional e outros interesses pessoais, treinar e seguir dieta são duas coisas que não se separam e talvez outras pessoas por não entenderem, veem como uma “privação” social ou até alimentar, mas não é o caso. Isso é apenas uma prioridade da minha vida.” Fernanda Faria

Fernanda vem se destacando em sua profissão em nossa cidade, principalmente no seguimento que ela escolheu para se especializar, que é a musculação, onde trabalha especificamente com os desejos e anseios de seus cliente em adquirir boa forma e cuidar da saúde. Dito isso, o bocaiuvaonline convidou-a para assumir uma coluna semanal em nosso portal dedicada exclusivamente à musculação, o que prontamente foi aceito pela Fernanda, tendo sua estreia hoje.

E como não poderia ser diferente, o bocaiuvaonline trás um pouco mais dessa bocaiuvense, determinada, simpática e super profissional para que os nossos leitores conheçam um pouco mais da pessoa e da profissional.

Bocaiuvaonline – Vinda de uma família empreendedora em nossa cidade, já com um comércio estabelecido e reconhecido por sua família, você optou por seguir um caminho totalmente independente. Quando você percebeu que a educação física era realmente o que você gostaria de seguir como profissão?

Fernanda – Eu sempre fui interessada por artes marciais, achava o máximo todo aquele universo que nele contém. Quando eu era criança, eu tinha vontade de praticar, mas para meus pais na época não deixou, sendo vista como “coisa de menino”. Meu tio lutava karatê e me ensinava alguns katas. Quando eu levei o muay thai mais a sério, porque eu tinha entrado para perder peso, já estava mais velha agora… Percebi que o esporte havia mudado a minha vida e que era o que me deixava feliz, o que me completava. Em função disso, optei pelo Bacharelado na minha graduação no curso Educação Física.

Bocaiuvaonline – Dentro da sua formação, os campos de atuação são os mais variados possíveis, podendo lecionar, prestar concursos, realizar as atividades em academias e clínicas, enfim, são muitas as opções; o que te levou à focar na musculação? Qual o maior perfil de clientes que você atende hoje. homens, mulheres, jovens, adultos…?

Fernanda – A estética. O físico. O alto nível. A performance. Enfim, o Fisioculturismo. Logo quando voltei a fazer musculação e nesse paralelo estudando e já planejando a minha vida profissional, a estética dos atletas e o backstage me chamaram atenção. Atendo desde mulheres que querem Emagrecimento por questões de saúde, quanto estéticos (hipertrofia), melhora e desenvolvimento físico e homens que buscam também um físico melhor. Meus clientes são ambos os sexos que querem investir em qualidade de treinamento e acompanhamento. Idosos, crianças e gestantes não fazem parte do meu perfil.

Bocaiuvaonline – Quais as maiores dificuldades encontradas por você desde a graduação até hoje? E o que mais te motiva à continuar na profissão?

Fernanda – De cara é ter que lidar com o mercado de trabalho, porque a faculdade não te prepara para ele. Entrei com um objetivo e saí com outro completamente diferente dela. O que me motiva é saber que estou no caminho certo com todas as coisas que venho planejado estarem acontecendo, aos poucos. Que eu agrego valor na vida dos meus clientes.

Bocaiuvaonline – Sempre quando pensamos em musculação nos vem a imagem de homens e mulheres totalmente musculosos, o que demonstra um aspecto e aparência de força, mais quais outros benefícios a musculação pode trazer para quem a pratica? E todo praticamente necessariamente tem que ter músculos tão aparentes?

Fernanda – Para qualquer praticante, seja qual for o objetivo dele, ao conciliar com uma alimentação adequada, qualidade e quantidade do sono, redução do nível de estresse e ansiedade, aspectos fisiológicos e do próprio perfil genético, enfim, fatores endógenos e exógenos, você tem uma melhora na composição corporal, no perfil lipídico, no ganho de massa magra, no controle da pressão arterial, da redução da massa gorda, da melhora do sistema endócrino e cardiovascular, dentre outros benefícios que o treinamento de força proporciona. Na verdade, não. Essa aparência do músculo se da devido ao baixo percentual de gordura (massa gorda) e a uma maior massa magra. Então quando você encontra uma pessoa com “cortes” físicos aparentes, é devido a isso. Além disso, nem todos gostam ou querem ter certos grupos musculares mais hipertrofiados.

Bocaiuvaonline – Qual a diferença básica, tanto na prática quanto no resultado, entre a musculação e a academia propriamente dita?

Fernanda – Eu costumo dizer que a diferença está no quem “malha” e quem “treina”. Quando as pessoas entendem que não é só ir para academia levantar pesos e começam a seguir uma dieta, dormir melhor, melhorar aspectos externos que refletem no treino e levam a sério um protocolo bem periodizado, elas têm resultado. Mas isso são para pessoas que levam a musculação como uma prioridade na vida delas. As demais, quem vão apenas por ir, dificilmente vai ter uma melhora física, sem boa evolução, apenas se mantendo ativa.

Bocaiuvaonline – Para quem está pensando em começar a praticar a musculação, quais são os primeiros requisitos necessários? Qual a importância de um profissional nesse processo?

Fernanda – Antes de tudo, não pule as etapas. Não crie expectativas no curto prazo, não se preocupe em ser iniciante e não se compare com os demais. Escolha bem um profissional capacitado que saiba te orientar. Porque seu físico precisa também de uma boa base no início para que no longo prazo, você colha os objetivos que deseja. A importância é de prescrever um treino de acordo com as necessidades e aspectos individuais e os objetivos do cliente. Avaliar bem o físico, os possíveis desvios posturais, o nível de treinamento, ensinar a treinar de forma correta e corrigir as execuções, dentre outras coisas. Porque não é o peso alto que te lesiona, mas a falta de uma periodização que te impede de preparar seu corpo para o que você vai fazer.

Agradeço primeiramente à Deus, por tudo. Aos meus pais e a minha irmã pelo apoio. Pelos meus clientes que confiam no meu trabalho e continuam comigo. Quem tiver interesse em treinar de verdade, com planejamento, acompanhamento, levando em consideração sua rotina, seus objetivos físicos, seu nível de treinamento, sua individualidade, aprender a treinar com volume load e progredir cargas que são dois fatores chaves para a evolução, estou disponível. Minha consultoria é premium e meus clientes são minhas prioridades, faço o melhor para que evolua tanto o físico quanto a mente. Essa conexão não pode ser separada. Meu instagram é @trainer.fefaria, basta me enviar uma mensagem que eu respondo com o maior prazer