Enderson lamenta chances perdidas pelo Cruzeiro, admite 2º tempo ruim, mas valoriza empate

 Enderson lamenta chances perdidas pelo Cruzeiro, admite 2º tempo ruim, mas valoriza empate

Treinador diz que equipe deveria ter levado vantagem no placar para o intervalo, o que faria o segundo tempo ter uma tônica diferente, sem o adversário recuado

O Cruzeiro chegou ao segundo jogo seguido sem vencer na Série B, ao empatar por 1 a 1 com o Confiança, em Aracaju, pela quinta rodada da competição. Mais uma partida em que o time produziu pouco e, quando teve a vantagem, não soube mantê-la. O pecado da equipe, na visão de Enderson Moreira, foi não ter ido para o vestiário com a vantagem.

O Cruzeiro chegou ao segundo jogo seguido sem vencer na Série B, ao empatar por 1 a 1 com o Confiança, em Aracaju, pela quinta rodada da competição. Mais uma partida em que o time produziu pouco e, quando teve a vantagem, não soube mantê-la. O pecado da equipe, na visão de Enderson Moreira, foi não ter ido para o vestiário com a vantagem.

“Se a gente tivesse em vantagem no intervalo, a gente teria uma postura diferente do adversário. Isso cria mais espaço, dá possibilidade de arriscar mais e buscar espaços. Se o adversário baixa muito as linhas, é sempre uma situação muito difícil”

Se a análise sobre o primeiro tempo foi positiva, a do segundo foi negativa. A equipe pouco incomodou o goleiro Rafael Santos. Assim também como contra a Chapecoense, quando a equipe foi bem apenas na segunda etapa.

– No segundo tempo, o adversário baixou as linhas, fechou muito o espaço, era um campo mais lento, em termos de bola, de poder executar troca de passes. (…) Queria que a gente tivesse feito, contra a Chape e hoje, os dois tempos muito parecidos. Nosso primeiro tempo foi bom, diante das dificuldades. Só quem está aqui é que sabe quais são as dificuldades e os problemas.

Apesar de ter criado chances para ter levado para o vestiário uma vantagem e, no fim das contas, ter deixado escapar dois pontos na bagagem, Enderson fez questão de valorizar o empate. O treinador destacou os feitos recentes do Confiança e disse que nenhuma equipe terá facilidade nos jogos em Aracaju.

“Empatar aqui não é nenhum demérito para nenhuma equipe. (O Confiança) É uma equipe que, nos últimos anos, tem conquistado acesso, feito campanhas boas na Copa do Nordeste”

– Talvez, quem é mais do Sudeste, não tem acompanhado a evolução dessa equipe, que é bem montada e acabou de ser campeã estadual. Não tem nenhuma decepção em termos de resultado.

O próximo compromisso do Cruzeiro será pela Copa do Brasil. Na quarta-feira, às 16h (de Brasília), enfrentará o CRB, em Alagoas, precisando vencer por três gols para avançar à quarta fase. Em caso de triunfo por dois gols, a vaga será definida no pênalti. Pela Série B, o próximo adversário será o América-MG, no sábado, pela 6ª rodada.

Fonte: GE