É onça sim!

 É onça sim!

 Moradores mostram vídeos e fotos do animal e de seus ataques

As aparições do animal continuam com mais frequência e os seus ataques mais contínuos.

Na última terça (1), após imagens de um circuito de segurança circularem nas redes sociais sobre a possibilidade de uma onça estar à solta na região de Bocaiuva, dúvidas pairaram sobre a população, pelo fato das imagens serem noturnas e com baixa qualidade, muitas pessoas alegaram ser outro animal, como um cachorro ou até mesmo um gato do mato, menos uma onça.

A ideia de um felino de grande porte, como é o caso da onça, estar solto e próximo à zona urbana de Bocaiuva, parece ser impossível, e como visto na imagem acima, as pernas cumpridas e finas da silhueta do animal na foto não parece ser uma onça, pelo menos não uma onça pintada, que normalmente vem à nossa mente quando utilizamos a palavra onça.

Onça-Pintada (Panthera onca) em meio à paisagem do Pantanal

Entretanto, o animal que está nas proximidades da zona urbana de Bocaiuva é da raça Sussuarana, que tem o biotipo que lembra muito um gato, o que não deixa de diminuir o perigo do animal, faminto e mal alimentado o animal pode parecer magro e ser confundido com outro animal menos perigoso.

Bocaiuvenses moradores da região da comunidade Lago do Sol, localizada nas proximidades da BR-135, distante cerca de quatro quilômetros do perímetro urbano de Bocaiúva e de outras regiões fizeram imagens do animal.

E dos prejuízos causados por ele naquela região, principalmente aos fazendeiros, sitiantes e chacreiros, que temem, além da sua segurança e de sua família, pela vida de seus animais, que em sua maioria, são totalmente vulneráveis aos ataques do felino.

Imagens e vídeos divulgados em grupos de whatsapp sobre os ataques da onça

Internautas bocaiuvenses moradores ou que mantem terrenos no local se pronunciaram em nossas redes sociais quando divulgamos a primeira reportagem no dia 1º, na última terça.

Os moradores da região devem redobrar os cuidados, principalmente com idosos e crianças, pois lembramos aqui de um trágico fato ocorrido há alguns anos, onde uma criança foi atacada por uma onça quando aguardava o ônibus escolar na zona rural de Bocaiuva, vindo à óbito. O cuidado nunca é demais.