Cruzeiro recorre ao TST para tentar reverter decisão que rescindiu contrato de Robinho

 Cruzeiro recorre ao TST para tentar reverter decisão que rescindiu contrato de Robinho

Meia teve decisão favorável para que fosse declarada a rescisão do vínculo que iria até 2021

O Cruzeiro entrou com Agravo de Instrumento para que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) analise a admissibilidade de Recurso de Revista sobre a decisão que declarou a rescisão de contrato do meia Robinho, por iniciativa do clube, no dia 5 de junho de 2020.

O jogador já apresentou sua defesa e pede que o TST não reconheça o Agravo, além de manter o despacho que negou o seguimento do recurso.

Robinho acionou o Cruzeiro na Justiça do Trabalho menos de duas semanas após ser comunicado que não estaria mais nos planos. Ele pleiteava que fosse declarada e reconhecida a rescisão do contrato por iniciativa do clube, com data de 5 de junho de 2020, dia em que o Cruzeiro divulgou nota oficial afirmando que o meia – assim como lateral-direito Edilson – não estaria mais nos planos.

O meia obteve decisão favorável em primeira e segunda instâncias. O Cruzeiro entrou com Recurso de Revista, que não foi admitido pelo Tribunal Regional do Trabalho. A Raposa não quer que seja declarada a rescisão por iniciativa do clube, alegando que buscava um acordo para o fim do vínculo.

Fonte: GE