Ceni x Sampaoli: técnicos se reencontram em boa fase; veja números e o que esperar do duelo

 Ceni x Sampaoli: técnicos se reencontram em boa fase; veja números e o que esperar do duelo

Fortaleza e Atlético-MG se encaram pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro

Quando a bola rolar nesta quarta-feira (7) na Arena Castelão, Fortaleza e Atlético-MG vão colocar frente à frente estilos de jogo parecidos. Ceni e Sampaoli se reencontram como técnicos pela terceira vez na história, e o retrospecto é de invencibilidade para o treinador do Tricolor cearense.

Em 2019, Sampaoli comandou o Santos, enquanto Ceni esteve à frente do Cruzeiro e do próprio Fortaleza. O jogo de estreia do treinador brasileiro na Raposa foi diante do Peixe paulista, e os mineiros venceram por 2 a 0. No fim da Série A, já de volta ao Tricolor, nova vitória de Rogério diante do técnico argentino, dessa vez por 2 a 1.

Neste ano, a fase dos treinadores está em momentos parecidos. Desde a chegada de Sampaoli ao Atlético-MG, o Galo vem em ascensão e lidera com folga o Campeonato Brasileiro, aparecendo com 27 pontos. Ceni permanece em um trabalho estável e vem projetando maiores aspirações do que a manutenção do Fortaleza na Série A. O Leão é o 10º colocado, com 17 pontos.

Fortaleza com força máxima

Antes mesmo de iniciar a carreira como treinador, Rogério Ceni realizou um estágio no Sevilla, quando Sampaoli estava à frente do clube espanhol. Admirador declarado do estilo de jogo do técnico argentino, o comandante do Fortaleza adota uma postura tática bem semelhante.

– O goleiro se trabalha muito com os pés. A maneira como o Sampaoli joga, com três defensores, o arqueiro tem que participar muito bem com os pés. Estou sempre olhando e conhecendo um pouco mais para levar algo para o Brasil – declarou Ceni em 2016 em visita a um treino do Sevilla.

O estilo agressivo de jogo do treinador do Fortaleza começa pela bola trabalhada no pé desde o goleiro. Felipe Alves tem atuação bastante avançada, e comumente durante as partidas, laterais e zagueiros recuam a bola para o arqueiro para iniciar a jogada. O “goleiro-linha” também auxilia em lançamentos diretamente ao ataque, que apesar dos poucos gols marcados nas últimas partidas, colhe bons frutos no balanço geral da temporada.

Com início avassalador em 2020, o time fez história ao ser o primeiro cearense a participar de um jogo em uma competição internacional fora do Paísl: a Copa Sul-Americana. Após a retomada do futebol, o Tricolor teve problemas no Nordestão, onde caiu nas semifinais. Na Série A, o Tricolor de Ceni venceu a primeira vez na quinta rodada, e no atual momento, ostenta uma sequência de um mês de invencibilidade.

Diante do Galo de Sampaoli, Ceni tem problemas motivados pelo cansaço e pela maratona de jogos. São nove partidas para disputar apenas em outubro. Para conseguir fazer frente ao estilo agressivo do treinador argentino, o técnico do Leão declarou que pretende usar a alta intensidade para repetir as vitórias conquistadas em 2019.

Fonte: GE