Bocaiuva volta a contar com as barreiras sanitárias

 Bocaiuva volta a contar com as barreiras sanitárias

Depois de mais de 15 dias as barreiras voltaram a funcionar

No último dia útil de 2020, ao final da administração anterior, todas as barreiras sanitárias foram retiradas devido à troca de gestão municipal e a população ficou aguardando que a nova gestão, o mais rápido possível, recoloca-se as mesmas para funcionarem, porém, devido à um imbróglio financeiro as barreiras não voltaram a funcionar com a agilidade que se fazia necessário.

As barreiras são fundamentais, pois a primeira triagem de quem entra nos limites da cidade é feita por elas, a medição de temperatura é fundamental para averiguação da presença ou não dos sintomas da COVID-19, e uma vez descoberta antes de entrar na cidade o contágio e proliferação são facilmente controlados, evitando assim que a pandemia avance.

Depois de alegar, por parte do secretário de saúde, Renato Teixeira, que não havia dinheiro suficiente para manter as barreiras no primeiro momento, a atual administração que tem como chefe do executivo o Roberto Torres, reimplantou as barreiras, tendo assim, mais uma arma muito eficaz na luta contra o Corona Vírus.