Bocaiuva aderiu ao consórcio para a compra de vacinas

 Bocaiuva aderiu ao consórcio para a compra de vacinas

O consórcio sendo formado, tem poder de barganha, de comprar com agilidade as vacinas e também comprar com um preço mais em conta

A formação do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras é organizada pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e já tem mais de dois mil municípios interessados.

Em entrevista ao bocaiuvaonline, o secretário de saúde, Renato Teixeira, afirmou que Bocaiuva está participando do consórcio para a compra de doses de vacinas.

“Gostaríamos de informar à população de Bocaiuva que o prefeito municipal ontem (15), enviou um projeto de lei autorizando o município a fazer a compra de vacinas, então Bocaiuva também já está inserida no consórcio de compra de vacinas.” Renato Teixeira

O movimento surgiu após a autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) para que estados e municípios comprem e distribuam doses de vacinas.

Os municípios têm até o dia 19 de março para estarem com seus projetos aprovados. A expectativa é que o grupo esteja formalmente formado em 22 de março, após a realização de uma assembleia.

“A gente tem visto pelo país a fora a falta de insumo e pessoas morrendo por falta de atendimento, então é fundamental asseguramos à população insumos e a oportunidade de lutar pela vida”, reforçou a vereadora Maria Helena Lopes (MDB).

Próximos passos do consórcio

  • Os custos para a formação legal do consórcio público serão pagos pela FNP.
  • Os municípios terão 15 dias para aprovar um projeto de lei nas Câmaras municipais que autorizam a adesão ao consórcio público.
  • Somente após a constituição legal, com a criação de um CNPJ e a escolha de diretoria, o consórcio estaria apto a fazer a compra de vacinas.