BASE DO PREFEITO

Com aproximação que escolherá o próximo Presidente da Câmara, bancada governista começa ser definida.

Com o ano de 2021 aproximando-se do final, as especulações sobre o próximo presidente da Câmara de vereadores de Bocaiuva, torna-se cada vez mais comum. A escolha do chefe do poder legislativo municipal, historicamente atribuída a negociações de cargos, em detrimento do vereador mais preparado para representar os outros e conduzir os trabalhos, passará por um bom teste. Com o concurso público da Câmara previsto para o próximo ano, 2022, o futuro presidente pode não ter o que oferecer.

A definição sobre apoio ou oposição ao prefeito, é fator preponderante na disputa interna da Casa de Leis.
A indicação do Vereador Toninho de Lidio (AVANTE), correligionário do chefe do Poder Executivo, como líder do Governo, pressupunha um posicionamento claro de cada edil.

De acordo com informações levantadas por esse Jornalista, a base governista é composta pelos Vereadores: Ailtinho da Lotação (REDE); Romildo da Mercearia (PSB); Zé Marião (PSD); Eduardo de João Bagre (PCdoB); além do líder Toninho de Lidio e o Presidente Odair Sorriso, ambos os dois do AVANTE.
Ainda não se sabe quantos edis, abertamente, estão na bancada oposicionista ou até mesmo se ela existe.

ENTÃO…

O atual Presidente da Câmara, Odair Sorriso, foi candidato único e obteve treze (13) votos, unanimidade.
Tão logo Sorriso assumiu, começaram os burburinhos contra ele. Os seus pares queixavam-se da postura do Presidente em relação aos cargos, ficando com os principais, para sua própria indicação. Mas, isso foi contornado, ao menos, aparentemente. Depois de algumas reuniões, todos adotaram discursos e pronunciamentos de unidade, inclusive, reportando-se a jargões históricos. Depois de exposta a briga de egos e alguns edis “se revelarem”, o “um por todos e todos por um”, não existe mais.

A Câmara de vereadores de Bocaiuva, unida ou não, tem à sua frente, a tarefa mais importante de seus mandatos, escolher o seu Presidente. Que ela seja responsável o suficiente para votar sem amarras, eleger o que realmente tem capacidade para estar em um posto tão alto.
Vale lembrar que o Concurso ocorrerá no mês de fevereiro de 2022. Portanto, na eleição deste ano, ainda pode haver as negociações.
É ISSO AÍ!

Por William Macedo