Arábia Saudita proíbe entrada de viajantes provenientes de Brasil, EUA e outros países

 Arábia Saudita proíbe entrada de viajantes provenientes de Brasil, EUA e outros países

País é o mais atingido na região. Diplomatas e profissionais de saúde, além de cidadãos sauditas, têm entrada liberada sob determinadas condições.

Arábia Saudita proibiu nesta terça-feira (2) a chegada a seu território de viajantes provenientes de 20 países, incluindo Estados UnidosBrasil Argentina, para tentar conter o aumento das infecções por Covid-19.

O Ministério do Interior saudita informou, de acordo com a agência oficial SPA, que a suspensão temporária entraria em vigor na quarta-feira às 18h (15h, no horário de Brasília). Não há voos diretos entre Brasil e Arábia Saudita.

Os países afetados são: África do Sul, Alemanha, Argentina, Brasil, Egito, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Irlanda, Itália, Japão, Líbano, Paquistão, Portugal, Reino Unido, Suécia, Suíça e Turquia.

Cidadãos sauditas, bem como diplomatas profissionais de saúde desses países, terão permissão para entrar no reino árabe, mas “dentro do quadro de medidas de precaução” recomendadas pelas autoridades de saúde, disse o ministério.

No domingo, o ministro da Saúde, Tawfiq al Rabiah, alertou que novas restrições serão impostas caso a população não respeite as já vigentes.

A Arábia Saudita registrou mais de 368 mil casos e 6,4 mil mortes por Covid-19. É o país árabe mais populoso do Golfo (34 milhões de habitantes) e o mais afetado pela pandemia.

Fonte:G1